O Lobo que Aprendeu a Lidar com os Seus Sentimentos

Já lá diz o ditado que É de pequenino que se torce o pepino. De facto, quanto mais cedo ensinarmos as nossas as crianças a gerirem as suas emoções e a tornarem-se conscientes quanto ao que sentem, menos dissabores elas terão. Não é que a vida não lhes traga frustrações, contrariedades, tristezas, e tudo o mais (traz sempre). Mas estarem conscientes das emoções que sentem, das reações do corpo, dos pensamentos que assaltam a mente, dos sentimentos que os envolvem é meio caminho andado para responderem de forma proporcional e adequada.

Esse caminho deve iniciar-se na nossa base enquanto seres humanos, ou seja, na infância, desde a mais tenra idade.

Com as meninas os livros deste Lobo são usados para se falar de emoções, desenvolvimento de competências e valores de uma forma divertida.

Desta coleção temos também O Lobo que Descobriu o País dos Contos e O Lobo que Queria Ter uma Namorada. Fazem sucesso cá por casa.

SINOPSE

Neste livro o humor do Lobo está sempre a mudar! Alegria, tristeza, entusiasmo, inveja… Os seus amigos já não conseguem suportar estas oscilações, por isso está decidido: o Lobo tem de se acalmar. Mas como será que vai conseguir aprender a lidar com os seus sentimentos?

Boas leituras!