E se o Pai Natal deixasse a cada criança uma carta?

Carta Pai Natal

 

O Natal é época de criar memórias, transmitir os valores que nos são mais importantes enquanto família e cultivar a magia de acreditar. Por isso mesmo, o Pai Natal nesta casa não deixa apenas os presentes. Deixa também um pouco da sua magia, numa carta escrita para cada uma das meninas.

A magia de acreditar no Pai Natal

Eu adoro escrever e desde do nascimento da minha filha mais velha que faço questão de, nesta época, ter uma carta preparada a recapitular os momentos que lhes foram mais significativos no decorrer do ano, as conquistas que fizeram, as competências e valores que tiveram oportunidade de desenvolver, as relações que construíram… Tudo escrito em nome… do Pai Natal.

Dizem que este velhinho está sempre atento, e se as minhas filhas lhe escrevem uma carta a fazer os seus pedidos, porque não haveria ele de lhes corresponder de uma forma mais pessoal?

Em anos anteriores, antes ainda de abrirem os presentes, damos-lhes as cartas, que ficam na árvore junto aos seus presentes, e lemos para elas o que o Pai Natal tem para lhes dizer. Desde logo é uma delícia a reacção delas ao verem que o Pai Natal lhes escreveu, até porque a carta vem carimbada com o selo do Pai Natal e devidamente assinada.

O momento “especial”, a leitura da carta

Enquanto lemos ficam muito atentas e surpreendem-se por perceber que realmente ele esteve o ano todo de olho nelas. Afinal, de que outra forma ele saberia as proezas que conseguiram, as dificuldades que sentiram ou aqueles pormenores de momentos especiais, alguns deles tão simples, que só elas (e os pais) partilharam ou saberiam?!…

Este ‘Pai Natal’ aproveita sempre para lhes deixar alguns conselhos antes de se despedir e dar autorização para abrirem as prendas que lhes deixou.

Este ano a B já consegue ler, por isso deverá ser ela a ler pela primeira vez a carta que o Pai Natal lhe vai deixar e ele com certeza vai evidenciar essa sua conquista.

Memórias que ficam para sempre

Enquanto houver Natal, o velhinho das barbas brancas há-de sempre deixar uma cartinha para cada uma delas, com doces e mágicas palavras que lhes roubam sorrisos, aquecem as almas e iluminam os olhares. Um dia, já mais velhinhas, poderão não se lembrar dos muitos presentes que receberam, mas estas cartas farão sempre parte das suas memórias e a elas sempre poderão regressar.

Liliana Ferreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *